Quando é que as facetas são opção?

Atualmente, tratamentos dentários que sejam tão funcionais como esteticamente apelativos são os mais desejados.

As facetas dentárias, muitas vezes chamadas de “lentes de contacto dentárias”, são prova dessa preocupação: tratam-se de próteses muito finas, coladas ou cimentadas na frente dos dentes, funcionam como “capas”, devolvendo aos dentes uma aparência natural e um sorriso mais harmonioso.

Recorrer às facetas dentárias pode ser uma opção interessante na alguns tratamentos de ortodontia e ajudar a corrigir algumas situações:

  • Dentes tortos ou desalinhados
  • Dentes manchados pelo consumo de café ou tabaco
  • Dentes que sofreram fraturas
  • Dentes separados (diastemas)
  • Dentes desgastados e transparentes

 

Tipos de facetas

Existem diferentes tipos de facetas, produzidas com diferentes materiais e, consequentemente, com resistência e durabilidade diversas, que podem ser aplicadas de acordo com as necessidades e objetivos do paciente.

 

Lente de contacto dentária

A “lente de contacto dentária” é uma lâmina de cerâmica muito fina –  com uma espessura entre os 0,2 a 0,5 mm – e é indicada para quem pretende apenas corrigir pequenos detalhes que digam respeito à textura, forma, espaçamento ou assimetria dos dentes.

Ao contrário das capas de resina ou porcelana exigem muito pouco desgaste do dente natural para a posterior colagem da lâmina.

Estas facetas, embora sejam a solução menos invasiva, são feitas de um material translúcido que, pela sua fina espessura, não permitem corrigir alterações de cor.

 

Facetas cerâmicas

Feitas em laboratório, estas facetas cerâmicas ou de porcelana são produzidas a partir de um molde do dente original.

O dente natural terá de ser desgastado, de forma a permitir que a faceta possa ser devidamente colada ou cimentada e a faceta aplicada respeitará a cor da restante dentição.

Representam a solução mais esteticamente perfeita e com maior durabilidade.

 

Facetas de resina

As facetas de resina podem ser:

  • Diretas: em consultório, o dente é desgastado e cobre-se a imperfeição com compósito, de maneira uniforme.
  • Indiretas: quando são feitas em laboratório.

Mais económicas e fáceis de consertar, estas facetas de resina são a solução mais económica, mas também a menos duradoura e natural.

 

Eis alguns dos resultados obtidos por pacientes da MD Clínica que recorreram à aplicação de facetas dentárias:

facetas em compósito cerâmico

facetas em compósito cerâmico

facetas em compósito cerâmico