Fisioterapia Orofacial

A disfunção temporomandibular é a causa mais frequente de dor não dentária na região orofacial.

.

A disfunção temporomandibular é a causa mais frequente de dor não dentária na região orofacial.

A articulação temporomandibular (ATM) é a articulação responsável pelo movimento da mandíbula. Denomina-se disfunção temporomandibular a qualquer problema que impeça o próprio funcionamento desta articulação.

A disfunção temporomandibular apresenta muitos sintomas e sinais. Os sinto mas mais comuns incluem:

  • dores de cabeça ou ouvidos
  • sensação de desencaixe ou bloqueio ao abrir/ fechar a boca
  • dor ao bocejar, ao abrir muito a boca ou ao mastigar
  • sensibilidade muscular
  • estalidos e bloqueio dos movimentos da articulação

.

Como se diagnostica a disfunção temporomandibular?

Para tratamento da disfunção temporomandibular é necessário compreender a sua etiologia, realizando um correto diagnóstico.

Em primeiro lugar, o paciente apresenta os seus sintomas – como e quando surgiram – e o seu quadro clínico geral é avaliado.

De seguida é feita uma avaliação à mandíbula – a articulação e a musculatura envolvente – se existe alguma restrição ou alteração à mobilidade mandibular, ou dor.

.

Qual o tratamento para a disfunção temporomandibular?

Para o tratamento da disfunção temporomandibular, a Fisioterapia Orofacial é essencial para trabalhar os músculos, recomendar exercícios diários enquanto complemento do tratamento.

O Médico Dentista poderá receitar alguma farmacologia, pedir exames complementares de diagnóstico, e, eventualmente, uma goteira de relaxamento.

Por vezes, pode ser necessário complementar o tratamento da disfunção temporomandibular com viscossuplementação – injeções de ácido hialurónico dentro da articulação – é administrada pelo médico dentista.

A coordenação entre as diferentes especialidades é essencial para garantir o sucesso do tratamento e acima de tudo, restaurar  o seu conforto.

.