Odontogeriatria

A Odontogeriatria trabalha a Saúde Oral dos mais velhos, desenvolvendo especificamente os tratamentos e as soluções adequadas à faixa etária sénior, com a missão de devolver conforto, saúde e qualidade de vida aos utentes.

Apesar de transversais a todas as faixas etárias, os problemas de Saúde Oral são especialmente relevantes na população idosa, com distintas limitações a nível físico, cognitivo e funcional.

 

Os problemas do foro da saúde oral mais comuns nos idosos

Entre os problemas mais comuns, tratados pela odontogeriatria, estão as doenças bacterianas: cáries e a doença periodontal (que afeta as gengivas), o edentulismo (a perda parcial ou total dos dentes reflete-se na estética e auto-imagem, mas também na dificuldade em falar, mastigar e no acto de comer), a xerostomia (secura da boca), o cancro oral e a dor oro-facial (que pode levar à malnutrição, perda de peso, diminuição da massa muscular e osteoporose).

Todas as patologias identificadas devem ser cuidadosamente avaliadas por um especialista em odontogeriatria.

 

Próteses dentárias e auto-estima

As pessoas com prótese dentária completa revelam uma auto-estima inferior às pessoas que ainda têm dentes naturais ou que recorrem a reabilitação com implantes.

O facto de não terem qualquer dente e a prótese apresentar-se muitas vezes desajustada, interfere na comunicação com outras pessoas e no acto de comer, o que se traduz, irremediavelmente, no desconforto e embaraço.

Para perceber como o podemos ajudar, e qual a melhor solução para si, aconselhamos a consulta de um dos nossos especialistas em odontogeriatria.

 

 

VER MAIS ESPECIALIDADES