Higiene Oral

A Higiene Oral é uma área da Medicina Dentária direcionada para a prevenção das doenças orais mais comuns (cáries, gengivites e periodontites), tendo como principal objetivo a manutenção de uma boa saúde oral.

 

Em que consistem as consultas de Higiene Oral?

As consultas de Higiene Oral consistem na:

  • Remoção do tártaro (responsável pelas doenças orais);
  • Motivação para uma Higiene Oral mais eficaz;
  • Remoção de manchas extrínsecas (manchas causadas pelo tabaco, café, chá, etc…);
  • Aplicação de flúor.

 

Com que frequência devem ser realizadas as consultas de Higiene Oral?

Para a Higiene Oral ser mantida de uma forma eficaz, as consultas devem ser realizadas duas vezes por ano (6 em 6 meses). Caso o paciente tenha uma patologia (Gengivite ou Periodontite) deverá realizar consultas de 3 em 3 meses, mediante a opinião do seu Médico Dentista.

 

Qual é a importância de uma consulta de Higiene Oral?

A sua principal importância é o despiste das doenças orais, bem como o reencaminhamento para cada especialidade, respetivo diagnóstico e tratamento.

 

Qual a relação da Higiene Oral com os implantes dentários?

O sucesso do tratamento com implantes dentários está diretamente relacionado com um eficaz e rigoroso controlo da higiene oral do paciente.

 

Qual a relação da Higiene Oral com a Ortodontia?

No apoio à Ortodontia, a Higiene Oral incide na educação, instrução e motivação do paciente, de modo a despistar cáries e gengivites, que durante o tratamento ortodôntico se revelam mais frequentes.

 

De que forma pode a Higiene Oral contribuir para o controlo da Periodontal?

Aqui a Higiene Oral irá incidir sobre técnicas não cirúrgicas como a destartarização e alisamentos radiculares.

 

O que é o alisamento radicular?

É uma técnica não cirúrgica que consiste na remoção do tártaro que se localiza a nível intragengival.

 

O que é a Halitose?

A Halitose é um problema de saúde oral vulgarmente conhecido como “mau hálito”. As causas da Halitose estão relacionadas com gengivites, doença periodontal, cáries, xerostomia (redução de saliva) e patologias gástricas. O uso de produtos disponíveis no mercado ajudam, mas não resolvem o problema, sendo fundamental o acompanhamento e orientação do médico dentista e/ou higienista.

 

VER MAIS ESPECIALIDADES